domingo, 08 de dezembro de 201908/12/2019
Erro ao processar!
Erro ao processar!
Parceiros Voluntários
SAÚDE
As temíveis doenças do inverno
A gripe e o resfriado são as mais comuns, saiba a diferença e como evita-las
Marcio Demari Florianópolis - SC
Postada em 05/06/2019 ás 16h31 - atualizada em 18/06/2019 ás 11h55
As temíveis doenças do inverno

doenças do inverno

A partir do outono e durante o inverno a baixa umidade do ar, a temperatura mais fria, a maior concentração de poluentes  e as mudanças bruscas no clima, são fatores que  favorecem a proliferação de doenças do trato respiratório.


Nesta época do ano é muito comum o aparecimento de alergias respiratórias e é neste período que aumentam as chances de aparecer às gripes e os resfriados, além das doenças crônicas como asma, pneumonia, bronquite, rinite e sinusite.


 Dra. Tanit Sanches Ganz alerta para alguns sintomas:


Os cuidados com a saúde devem ser redobrados nestas estações e qualquer sintoma como: tosse, obstrução nasal, febre, coriza, expectoração e  mal- estar, um médico otorrinolaringologista deve ser procurado e jamais fazer uso da automedicação que pode mascarar os sintomas e prejudicar o diagnostico e o tratamento.


A gripe é protagonista das doenças desta época e a maioria das pessoas não sabe a diferença entre a gripe e o resfriado.


GRIPEé causada pelo vírus influenza e têm sintomas mais fortes, como febre alta, tosse, coriza, dor no corpo, dor de cabeça e fraqueza


RESFRIADO: que é também causado por vírus, é mais brando e geralmente, provoca tosse, coriza, obstrução nasal, dor de garganta e às vezes, febre baixa.


   Dra. Tanit  faz algumas recomendações simples que podem ajudar  a evitar o surgimento das indesejáveis   doenças de inverno:


·      Hidratação: beber bastante água.


·       Higienize as mãos com mais frequência; 


·      Alimentação saudável:  o consumo de frutas típicas da estação e de verduras e legumes ajuda a manter o metabolismo funcionando corretamente e repõe as vitaminas necessárias para manter a imunidade.


  .     Pratique exercícios;


  .     Evite ficar muito tempo em locais fechados e aglomerações;


  .     Higienize os ambientes com frequência (use aspirador de pó e um pano úmido);


  .      Mesmo nos dias mais frios, deixe as janelas abertas para uma boa ventilação do ambiente;


Sobre a médica: Profa.  Dra. Tanit Ganz Sanchez:


Otorrinolaringologista com doutorado e livre-docência pela USP, Fundadora e Diretora do Instituto Ganz Sanchez, criadora da Campanha Nacional de Alerta ao Zumbido (Novembro Laranja), do Grupo de Apoio Nacional a pessoas com Zumbido, da TV Zumbido e do curso online ABC...z do Zumbido. Assumiu a missão de desvendar os mistérios do zumbido e é pioneira nas pesquisas no Brasil, sendo reconhecida por sua didática, objetividade e compartilhamento aberto de ideias. É especialista em Zumbido, Hiperacusia, Misofonia e Distúrbios do Sono.


Serviço: http://www.institutoganzsanchez.com.br


Assessoria de imprensa: Banco de Noticias


Débora Nogueira – 11 99399 7726

FONTE: Banco de Noticias
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô:

imprimir
35.343